Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2019
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Guarda prisional detido por ter feito sexo com homicida num armário

Rachel e Daniel mantiveram relação durante quase 18 meses.

Guarda prisional detido por ter feito sexo com homicida num armário

Uma guarda prisional foi detida por ter tido relações sexuais com um recluso condenado por homicídio, na cadeia de Frankland, no Reino Unido, durante 18 meses.

Conta o jornal Mirror, que Rachel Welburn, de 39 anos, e Daniel Crompton, de 29, tinham frequentemente relações sexuais dentro de um armário de limpeza do estabelecimento prisional.

O caso só foi conhecido quando Rachel quebrou a promessa de deixar o marido, também guarda prisional. Daniel, zangado, decidiu contar tudo à direção do estabelecimento prisional.

A guarda prisional ainda tentou incriminar o amante, garantido ter sido violada, mas as autoridades encontraram cartas de amor da britânica para o assassino e o caso seguiu para tribunal, onde será julgado em breve.

Daniel Crompton foi condenado em 2013, depois de ter invadido a casa de Frank Worsley, um veterano da Segunda Grande Guerra Mundial, à procura de dinheiro e ter espancado o idoso de 87 anos que viria a falecer, duas semanas mais tarde, devido à gravidade dos ferimentos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório